Passar para o Conteúdo Principal

logotipo Museu Neorealismo

Neste dia, há 101 anos

Egito 1 1 600 839
08 Abr 2021

nasceu Egito Gonçalves

O poeta, editor e tradutor Egito Gonçalves nasceu em Matosinhos a 8 de abril de 1920. Fez os estudos técnicos no Porto, cidade onde viveu a partir de 1948, e teve como atividade profissional a administração de uma editora, tendo sido também chefe do gabinete de marketing de uma companhia de seguros.

Iniciou a sua atividade literária a partir dos anos 50, estando ligado à fundação e direção de diversas revistas literárias, como A Serpente (1951), Árvore (1951-53), Notícias do Bloqueio (1957-61), Plano (1965-68, publicada pelo Cineclube do Porto). Associou-se a vários movimentos antifascistas, nomeadamente ao MUD.

Desenvolveu diversas ações de índole cultural, tendo pertencido à direção do Teatro Experimental do Porto, do Cineclube do Porto, da Cooperativa Árvore e da Associação de Jornalistas e Homens de Letras do Porto. Integrou também a Sociedade Portuguesa de Escritores (Delegação Norte), Associação Portuguesa de Escritores, Sociedade Portuguesa de Autores e PEN Clube Português. Internacionalmente pertenceu ao Congresso para a Liberdade da Cultura (França) e à Comunitá Europea degli Scrittori (Itália). Foi membro da Hispanic Society of America (Nova Iorque) e correspondente do Centre International d'Études Poétiques (Bélgica).

Dedicou-se à tradução, sendo autor, entre outros, da Antologia da Poesia Espanhola do Após-Guerra (1962). Em 1977 recebeu o Prémio de Tradução Calouste Gulbenkian da Academia das Ciências de Lisboa pela seleção de Poemas da Resistência Chilena e em 1985 o Prémio Internacional Nicola Vaptzarov, da União de Escritores Búlgaros.

Escreveu diversos livros de poesia, tendo obtido em 1995 o Prémio de Poesia do P.E.N. Clube Português, o Prémio Eça de Queirós e o Grande Prémio de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores com o livro E No Entanto Move-se (1995).

Faleceu no Porto a 28 de janeiro de 2001.

 

Egito_2 Notícias do bloqueio, poesia por Egito Gonçalves, [1953]

Notícias do bloqueio, poesia por Egito Gonçalves, [1953].

Egito_3 A Bomba, poesia por Egito Gonçalves, [1965]

A Bomba, poesia por Egito Gonçalves, [1965].

Egito_4 1959

A Viagem com o Teu Rosto, 1959.

Egito_5 1962

 

Poesia Espanhola do Após-Guerra, 1962.

Egito_6 1963

Os Arquivos do Silêncio, 1963.

Fontes
Dicionário Cronológico de Autores Portugueses, Vol. V, Lisboa, 1998.
Egito Gonçalves in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-03-25 11:13:36]. Disponível na Internet: https://www.infopedia.pt/$egito-goncalves