Passar para o Conteúdo Principal

logotipo Museu Neorealismo

Apresentação do livro 'Bute Daí, Zé!'

2 1 600 839
06 Nov 2010

imagem

um livro de Filomena Marona Beja
apresentação por Miguel Real

    
Lisboa, nas últimas décadas do século. Clama-se pelo direito à opinião. À Liberdade. 25 de Abril: solta-se a Utopia. Todos na rua, a cantar. Fim de Festa. Sobe a violência social. Cruza-se com racismo. Com agressão política. «Vais ficar assim, caído ao fundo de um beco?» «Bute daí, Zé!»

Filomena Marona Beja Nasceu em Lisboa a 9 de Junho de 1944. Até Junho de 2008, desenvolveu na área da Documentação técnico-científica a sua actividade profissional. Publicou os romances Betânia (Cotovia, 2000), A sopa (Âmbar, 2004), com o qual ganhou o Grande Prémio de Literatura DST em 2006, A duração dos crepúsculos (Dom Quixote, 2006) e A Cova do Lagarto (Sextante, 2007), que foi galardoado com o Grande Prémio de Romance e Novela da APE/DGLB. A Sextante reeditou em 2009 o seu romance de estreia, As cidadãs.