Passar para o Conteúdo Principal

logotipo Museu Neorealismo

Catálogo da Exposição Arquimedes da Silva Santos: Sonhando para os Outros

Mnr   arquimedes da silva santos   sonhando...2 1 600 839
13 Jun 2016
Preço:
5,00 €

Arquimedes da Silva Santos nasceu em 1921 na Póvoa de Santa Iria. Pertenceu aos grupos neo-realistas de Vila Franca de Xira e de Coimbra, no seio dos quais desenvolveu actividades culturais, políticas e literárias. Poeta, colaborou nos periódicos O Diabo, o Mensageiro do Ribatejo, o Sol Nascente, e a Seara Nova, entre outros, tendo também sido o autor do Hino do MUD. Foi um dos fundadores da revista Vértice. Licenciou-se em Medicina com o Curso de Ciências Pedagógicas pela Universidade de Coimbra, em 1952. E foi um dos pioneiros no Quadro de Especialistas em Neuropsiquiatria Infantil da Ordem dos Médicos. Bolseiro do Governo Francês para aperfeiçoamento em Pedopsiquiatria e Psicopedagogia na Salpetrière e na Sorbonne, foi convidado para Assistente estrangeiro na Faculdade de Medicina de Paris, obtendo o Diploma daquela especialidade. Na Fundação Calouste Gulbenkian esteve como assistente-investigador e docente no Centro de Investigação Pedagógica do Instituto Gulbenkian de Ciência. Foi fundador, professor e presidente do Conselho Pedagógico da Escola Superior de Educação pela Arte do Conservatório Nacional de Lisboa, e integrou a Escola Superior de Dança do Instituto Politécnico de Lisboa, como Professor-coordenador e Presidente do Conselho Artístico-Científico. Teve um papel pioneiro e destacado em várias organizações e associações ligadas à Intervenção Artística e à Arte-Educação. Foi agraciado pela Presidência da República, em 1998, com o grau de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique, e em 2001, com a Grã-Cruz da Ordem da Instrução Pública.
A sua obra divide-se entre a Poesia, com o seu primeiro livro Voz Velada em 1957, e Cantos Cativos em três edições (sempre) aumentadas, e a Ensaística essencialmente no campo da Psicopedagogia e da Educação pela Arte.