Passar para o Conteúdo Principal

logotipo Museu Neorealismo

Urbano Tavares Rodrigues

[N.Lisboa, 1923 - M.Lisboa, 2013]

imagemEscritor. Ensaísta. Crítico. Jornalista.

Licenciado em Filologia Românica na Universida-de de Lisboa.

Convidado para assistente, não pôde exercer o cargo, por motivos políticos. De 1949 a 1955 foi leitor de português nas universidades de Montpellier, Aix-en-Provence e Paris.
Tendo aderido ao MUD, participou em inúmeras actividades do oposição, nas Juntas de Acção Patriótica, no assalto ao Quartel de Beja. Na sequência do apoio à candidatrura do General Humberto Delgado, foi expulso da Universidade. Depois, foi impedido de dar aulas nas escolas portuguesas. Em 1963, foi preso, voltando a sê-lo em várias outras ocasiões.
Tem sido constante a sua intervenção cívica e política.
Ante e depois do 25 de Abril, participou em incontáveis sessões e colóquios sobre literatura, teatro e outros temas culturais, por todo o país, numa actividade divulgadora sem par.
Foi redactor principal do Jornal de Letras e Artes e jornalista de O Século e do Diário de Lisboa, jornais onde fez crítica de teatro durante vários anos.
Colaborou, ainda, nos jornais JL- Jornal de Letras, Artes e Ideias, República, O Primeiro de Janeiro, Jornal do Comércio, O Diário, Jornal do Fundão e nas revistas Seara Nova, Vértice, Colóquio/ Letras, Século Ilustrado.
Tendo vivido a infância no Alentejo, dedicou a esta região e aos seus problemas grande parte da sua obra.

 

Obras :

Poesia : Rostos da Índia e Alguns Sonhos, 2005

Ficção : A Porta dos Limites(contos e novelas), 1952; Vida Perigosa(novela), 1955; A Noite Roxa(novela), 1956; Uma Pedrada no Charco(novela), 1957; Bastardos do Sol(contos e novelas), 1959; As Aves da Madrugada(novela), 1959; Nus e Suplicantes(novela), 1960; Os Insubmissos(romance), 1961; Uma Noite e Nunca (conto), 1962; Exílio Perturbado (romance), 1962; As Máscaras Finais(novela), 1963; Terra Ocupada(novela), 1964; A Samarra(novela), 1964; A Masmorra(contos),1965; Dias Lamacentos,(contos) 1965; Imitação da Felicidade(romance), 1966; Despedidas de Verão(romance), 1967; Casa de Correcção(novela), 1968; Horas Perdidas (romance), 1969; Contos da Solidão(contos), 1970; Estrada de Morrer(contos e novelas), 1972; A Impossível Evasão(novela), 1972; Dissolução(romance), 1974; Viamorolência(contos e novelas), 1976; Estórias Alentejanas(contos), 1977; As Pombas São Vermelhas(contos e novelas), 1977; Desta Água Beberei(romance), 1979; Fuga Imóvel, 1982; Oceano Oblíquo(contos e novelas), 1985; A Vaga de Calor(romance), 1986; Filipa Nesse Dia(romance), 1989; Violeta e a Noite(romance), 1991; Deriva(romance), 1993; A Hora da Incerteza(romance), 1995; O Ouro e o Sonho (romance), 1997; O Adeus à Brisa(romance), 1998; Os Campos da Promessa (novela), 1998; Margem da Ausência(novela), 1998; O Último Dia e o Primeiro (novela), 1999; O Supremo Interdito(romance), 2000; Nunca Diremos Quem Sois (romance), 2002; A Flor da Utopia(contos), 2003; God Bless América!(conto), 2003; A Estação Dourada(contos), 2004; O Eterno Efémero(romance), 2005; Ao Contrário das Ondas (romance), 2006

Teatro : As Torres Milenárias, 1971

Viagens e crónicas : Santiago de Compostela, 1949; Jornadas no Oriente, 1956; Jornadas na Europa, 1958; De Florença a Nova Iorque, 1963; Roteiro de Emergência, 1966; Tempo de Cinzas, 1968; A Palma da Mão, 1970; Deserto Com Vozes, 1971; Esta Estranha Lisboa, 1972; Redescoberta da França, 1973; Viagem à União Soviética e Outras Páginas, 1973; As Grades e o Rio, 1974; Perdas e Danos, 1974; Palavras de Combate, 1975; Diário da Ausência, 1975; Registos de Outono Quente, 1976; A Luz da Cal, 1996; Agosto no Cairo: 1956, 1999

Ensaio : Manuel Teixeira Gomes, 1950: Présentation de Castro Alves, 1950; O Tema da Morte na Moderna Poesia Portuguesa, 1957; Teixeira Gomes e a Reacção Anti-Naturalista, 1960; O Mito de Don Juan e o Donjuanismo em Portugal, 1960; Noites de Teatro(2 vol.), 1961/1962; O Romance Francês Contemporâneo, 1964; Realismo, Arte de Vanguarda e Nova Cultura, 1966; Escritos Temporais, 1969; Ensaios de Escreviver, 1971; Ensaios de Após-Abril, 1977; O Gosto de Ler, 1980; Um Novo Olhar Sobre o Neo-Realismo, 1981, Manuel Teixeira Gomes/ O Discurso do Desejo, 1984; A Horas e Desoras, 1993; Tradição e Ruptura, 1994; O Homem Sem Imagem, 1994; O Texto Sobre o Texto, 2001